Notícias

Fapesc completa 25 anos de apoio à ciência, tecnologia e inovação de Santa Catarina

Fapesc completa 25 anos de apoio à ciência, tecnologia e inovação de Santa Catarina

No domingo, 9 de janeiro, a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) completa 25 anos da sua criação. Para marcar a data, a fundação está promovendo, desde o ano passado, ações para comemorar seu primeiro quarto de século apoiando e integrando o ecossistema de Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI) do estado.

Desde o último aniversário, teve início a “Jornada dos 25 anos da Fapesc”. Uma das ações foi o lançamento do “1º Prêmio Fapesc de Jornalismo em CTI – Ciência, Tecnologia e Inovação”, ainda em 2020. Ao todo, 37 jornalistas de todas as regiões do Estado foram premiados. A segunda edição está programada para ser lançada em breve. 

Outra ação da jornada é o Programa #Fapesc@25anos_Conectando+Catarinenses. Foram selecionados 25 projetos para contar a história do desenvolvimento do ecossistema de CTI do Estado. “É um mapeamento do ecossistema de CTI, que vai culminar em 25 livros. É um presente para Santa Catarina”, avaliou o presidente da Fundação, Fábio Zabot Holthausen. “Queremos contar a história do Estado a partir do ecossistema de CTI e, com isso, deixar um legado para o Estado e para aqueles que nos visitam. A ideia é mostrar um pouquinho de por que Santa Catarina é o que é. E para que a gente também perceba esta jornada de tempo, que culminou num estado competitivo, inovador e empreendedor.”

Outra ação da jornada dos 25 anos é o Circuito Inova SC, realizado em parceria com a Associação Catarinense das Fundações Educacionais (Acafe) e com a Plataforma On. Desde o ano passado, estão ocorrendo encontros nas universidades do sistema Acafe com o objetivo de integração, apoio, prospecção e potencialização do ecossistema de Ciência. Os encontros prosseguem neste ano. 

Além das diversas chamadas-públicas da rotina da Fapesc, ainda em 2022 estão previstas outras duas ações: o lançamento da Revista da Fapesc, que busca, em uma linguagem simples, mostrar as realizações do ecossistema de CTI do estado; e a criação de um prêmio voltado para pesquisadores – já existe um prêmio voltado para inovação, o Prêmio Inovação Catarinense Professor Caspar Erich Stemmer, que está com as inscrições abertas até 07 de março.   

O ano de 2022 também será de grandes desafios, já que em 2021 o investimento da fundação chegou a R$ 153.467.400,00, o que representa três vezes mais do que o ano anterior. O valor é referente aos editais lançados e que serão executados ao longo dos próximos anos.

Fapesc completa 25 anos de apoio à ciência, tecnologia e inovação de Santa Catarina

De fundo à fundação 

A Fapesc surgiu em 1997 como Fundação de Ciência e Tecnologia. Na época, manteve a sigla Funcitec, que remetia ao Fundo Rotativo de Fomento à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina, de 1990. 

O nome Fapesc surgiu pela primeira vez em 2005, quando houve a alteração das atribuições e a mudança na nomenclatura. Em 2011, foi incorporado o termo inovação, chegando à denominação usada até hoje: Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina. 

“Nos últimos anos passamos a dar maior ênfase na inovação, sem esquecer a pesquisa e as outras temáticas. Acabamos trazendo a inovação como uma ação transversal para todos os programas e processos, ou seja, reforçamos que inovar é essencial para a ciência e para a pesquisa. A inovação, além de processo, é também importante como um resultado, que vai impactar na sociedade como ação e impacto da pesquisa. Esse foi um direcionador que acabamos estabelecendo. E, com isso, estruturando alguns programas específicos de inovação, com especial atenção para ações ligadas aos Centros de Inovação de Santa Catarina”, ressaltou o presidente Fábio Zabot Holthausen.

São inúmeros programas e projetos realizados ao longo dos anos, em apoio a diversos setores do ecossistema de CTI, além da concessão de bolsas de estudos acadêmicas e profissionais. Confira os principais programas abaixo.  

Vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), a Fapesc é o órgão do Estado de Santa Catarina responsável pela execução da política catarinense de CTI (Veja detalhes na linha do tempo abaixo). 

“A Fapesc, ao longo dos 25 anos, incentivou todas as ideias, as pesquisas e as vocações catarinenses que tenham base em inovação, ciência e tecnologia. A fundação ajudou a consolidar Santa Catarina como o estado mais inovador do país, conquistando a posição de ser protagonista da inovação”, afirmou o secretário da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Sustentável (SDE), Luciano Buligon. “Nos últimos anos, recebeu do governador Carlos Moisés a função ainda maior de ser o braço executivo da inovação da SDE, que tem como um dos seus pilares de sustentação a inovação”. 

Fapesc completa 25 anos de apoio à ciência, tecnologia e inovação de Santa Catarina

 

Últimas Notícias

Apoiadores
Parceiros